Segunda-Feira, 6 de julho de 2020 Login Senha  



Tribunal turco julga legalidade de partido do governo

30/03/2008 10h43

O Tribunal Constitucional da Turquia aceitou julgar o pedido de extinção do partido governista AKP (sigla de Partido Justiça e Desenvolvimento). No poder desde 2002, o partido é acusado de tomar medidas que questionam o caráter laico do Estado.

Segundo o procurador-chefe da Corte de Recursos, Abdurrahman Yalcinkaya, o partido é uma ameaça à tradição secular da República da Turquia. Ele pede a cassação de direitos políticos de mais de 70 integrantes do partido, incluindo o presidente Abdullah Gul, e o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan.

O partido mudou a Constituição da Turquia recentemente para que mulheres pudessem usar o véu islâmico nas universidades do país. Os partidários do secularismo na Turquia afirmam que é o primeiro passo para um Estado islâmico.

No requerimento de 162 páginas, o procurador diz que o governo tem uma pauta islâmica secreta. Para o AKP, que teve 47% dos votos nas últimas eleições, o caso é um ataque a democracia.

O partido diz que é a favor dos negócios e da entrada da Turquia na União Européia e é moderadamente conservador.

O fundador da República da Turquia, o general Mustafa Kemal Ataturk, queria, em 1923, transformar o país muçulmano em uma sociedade secular moderna. Ataturk introduziu reformas incluindo a emancipação das mulheres, a abolição de instituições islâmicas e um código jurídico ocidental.

A poderosa elite secular da Turquia acredita que tem que proteger o legado de Ataturk. A lei turca proíbe insultar a "identidade turca", as instituições estatais e Ataturk.

Fonte: Consultor Jurídico


Leia também
»08.09.2009 - TRE/MG marca data para novas eleições em mais duas cidades mineiras
»08.09.2009 - TRE/MG aprova criação de seções especiais para presos provisórios
»08.09.2009 - PSC e PDT têm fundo partidário suspenso pelo TRE/SP
»08.09.2009 - Recurso que contesta arquivamento de acusação contra prefeito de Cajamar/SP
»08.09.2009 - Propaganda feita em festa de Carnaval
»04.09.2009 - TV Justiça debate reforma eleitoral no programa Reunião de Pauta, neste sábado
»04.04.2008 - Ministros do STF se rebelam contra sessões às segundas
»03.04.2008 - Greve na AGU não suspende prazos no Supremo
»03.04.2008 - Cármen Lúcia e Joaquim Barbosa são eleitos para o TSE
»31.03.2008 - Número de eleitores no exterior subiu 21% em 2007
»29.03.2008 - Após um ano, 127 parlamentares foram cassados
»28.03.2008 - Ministros do Supremo julgam recurso, do recurso, do recurso
»28.03.2008 - Gratificação a conselheiros do CNJ é aprovada na Câmara
»27.03.2008 - TRF-2 já pode enviar Recurso Extraordinário digital
»26.03.2008 - Kátia Magalhães toma posse nesta quinta-feira no TST